• Geral
  • by Clínica Angiclin
  • 29 de janeiro de 2021
  • 301
  • 0

O DIU de cobre é revestido por um fio ou cilindros de cobre. Ele pode ficar até dez anos no organismo. Esse tipo de DIU libera íons de cobre que impedem a mobilidade dos espermatozoides ao redor do útero.
Assim, as chances do espermatozoide conseguir chegar até o óvulo são muito remotas e, mesmo que consiga, o cobre impede que o óvulo seja fecundado e altera sua movimentação pelas trompas.


Já o DIU de levonogestrel (Mirena) age liberando doses diárias de progesterona basicamente na mucosa uterina. Dessa forma ele impede a menstruação e a ovulação.

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *